Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Mais de 40% dos brasileiros até 14 anos vivem em situação de pobreza

Imagem
Por Camila Boehm Mais de 40% de crianças e adolescentes de até 14 anos vivem em situação domiciliar de pobreza no Brasil, o que representa 17,3 milhões de jovens. Em relação àqueles em extrema pobreza, o número chega a 5,8 milhões de jovens, ou seja, 13,5%. O que caracteriza a população como pobres e extremamente pobres é rendimento mensal domiciliar per capita de até meio e até um quarto de salário mínimo, respectivamente. Os dados são da publicação “Cenário da Infância e da Adolescência no Brasil”, que será divulgado hoje (24) pela Fundação Abrinq. O estudo relaciona indicadores sociais aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), compromisso global para a promoção de metas de desenvolvimento até 2030, do qual o Brasil é signatário junto a outros 192 países.
“Algumas metas [dos ODS] certamente o Brasil não vai conseguir cumprir, a menos que invista mais em políticas públicas voltadas para populações mais vulneráveis. Sem investimento, fica …

REUNIÃO PARA CONSTRUÇÃO DO CONGRESSO DO POVO

Imagem

ACOMPANHAMENTO DEVOLUÇÃO DIAGNÓSTICO LAGOA DE DENTRO 19/04/2018 SABOEIRO CE

Imagem

INTERCÂMBIO 8ª SEMANA ZÉ MARIA DO TOMÉ 17 ABRIL 2018 LIMOEIRO DO NORTE CE

Imagem
Imagem
Imagem

NA LUTA DE CLASSES, EU TENHO UM LADO

Imagem
Há Muito Tempo que no Brasil é travada uma Luta de Classes, Seis brasileiros concentram juntos a mesma riqueza que os 100 milhões mais pobres do país, ou seja, a metade da população brasileira. Essa concentração de riquezas acaba produzindo as desigualdades sociais. Mais nos últimos 13 anos governos Lula e Dilma começamos a vê indícios de que a situação estava sendo transformada e para melhor.

A elite não aceitou que o agricultor viajasse ao seu lado no avião, a elite não aceitou  que seu filho branco estudasse ao lado de um negro, a elite não aceitou que o salario mínimo começasse a dá sinais de que  poderia deixar de ser mínimo e passasse a ser o necessário para que cada cidadão pudesse viver com dignidade, a elite não aceitou que pobres conseguissem comprar seus carros e pudessem trafegar nas estradas Brasileiras, A elite não aceitou que os sem teto conseguissem ter onde morar, a elite não aceitou o Brasil ter saído do Mapa da fome por causa dos programas de distribuição de renda e …

PARTICIPANDO DO CURSO DE POLITICAS PULICAS DA CARITAS DE IGUATU 06.04.18 IGUATU-CE

Imagem